Friday, April 1, 2011

Alienação: A tecnologia e a vida moderna


Desde o advento da industrialização, os sábios advertiram contra a alienação que acompanha a vida moderna. Em 1844, Karl Marx apresentou uma teoria sobre a alienação no livro A Ideologia Alemã no qual elaborou sobre o distanciamento entre o homem e a sociedade. Quase duzentos anos depois, ainda lutamos contra esse sentimento de alienação, vivendo nossas vidas entre o mundo superficial e, às vezes, o mundo sentimental. Somos pessoas socializadas para atuar com máscaras nas diferentes situações, protegendo as partes mais íntimas e pessoais para não ser vulnerável. As artes da literatura e do cinema descrevem nosso esforço de viver autenticamente e a dificuldade de encontrar nosso lugar no mundo. Para mim, viver inautenticamente é uma pena porque não deixa que outros descubram a parte mais incrível da nossa humanidade. Eu acho que com a nova tecnologia e a globalização muitas pessoas vêem a amizade somente como conveniência. Essa perspectiva é prejudicial ao nosso desenvolvimento pessoal porque somos uma espécie social. Por isso, eu acredito que temos que ter contacto íntimo com outros para realizar nosso pleno potencial.

Com a difusão da tecnologia, a manutenção do contato com amigos da casa ou outros lugares estrangeiros é mais fácil do que nunca. Por exemplo, na minha vida, eu vivi em sete diferente cidades, desde Buenos Aires até Tishomingo, Oklahoma. Para falar e saber sobre as vidas de meus amigos, eu visito a página do Facebook e faço comentários sobre suas fotos ou “estados”. Entretanto, os perfis não demonstram os pensamentos confidenciais ou a personalidade profunda das pessoas. Também, o website representa como a pessoa quer que o mundo entenda-o e como ele quer ser representado. Por exemplo, no meu site do Facebook, eu não vou colocar um “guilty pleasure” porque poderia ser julgado pelos outros. Embora o Facebook seja uma rede social, a discussão é básica; as idéias não são trocadas como em uma conversa pessoal. Por isso, eu acho que Facebook deve ser complementar aos dialogos em pessoa. Não deve substituir essa conexão intima de falar e discutir. Para mim, as pessoas que eu lembro são as que fazem atividades comigo e põem esforço em nossa relação. Eu acredito que os sítes de redes sociais criam uma falsa sensação de estar conectado com outros. Portanto, temos que combater a alienação que resulta com o avanço da tecnologia e continuar a passar tempo e criar relações profundas com outros.

Apesar de estar cercado por pessoas, às vezes sentimos alienação do mundo, como se ninguém entendisse nossos sentimentos ou pensamentos. Por exemplo, podemos viver em uma cidade como Nova York e ainda nos sentir isolados. Podemos estar com nossa família e não falar sobre que pensamos porque às vezes eles também não entendem ou vão criticar nossas idéias. Cada vez que eu regresso à Califórnia para visitar minha tia predileta, eu tenho que censurar o que eu digo porque minha família vai pensar que eu me tornou um liberal louco. Por outro lado, hoje, mais que antes, as pessoas mudam ao longo das suas vidas. Por isso, é mais difícil criar relações fortes. Na minha vida, eu somente tenho como três ou quatro bons amigos de cada lugar que eu vivi. Se eu tivesse vivido em um lugar por mais tempo, eu poderia ter amizades mais fortes. Em vez disso, eu me mudei muito e perdi a experiência de crescer com amigos desde minha infância. Hoje, minha experiência é mais comum porque há mais movimento no mundo. Além disso, às vezes somos tão ocupados com nossas vidas que não temos tempo de passar tempo com outros. Por exemplo, agora, eu estou escrevendo para a aula de Português em vez de jogar com meus amigos. Isso demonstra como podemos ser cativados pelo trabalho e nossa vida social cessa de existir. Alèm disso, a cultura dos EE.UU. enfatiza a individualidade que exige que as pessoas trabalhem e sejam interessadas em si mesmas. Essa ruptura com a comunidade piora a isolação. Por causa disso, sentimos solidão.

Apesar da alienação e da isolação que acompanha a vida moderna, nós podemos utilizar as mídias modernas para acentuar nossas amizades. Porque somos espécies sociais, precisamos ter contato com outros. Esse contato é essencial para viver satisfeitos. É verdade que às vezes nos sentimos sozinhos, mas com os amigos rimos, brincamos e reencontramos a beleza da vida.

No comments:

Post a Comment

Post a Comment